Nokia n810 e iPod Touch-comparação

Bom, para os que me conhecem, sabem que eu não sou nem um pouco adepto da Apple, principalmente porque os equipamentos que ela faz são extremamente fechados e difíceis de hackear. Isso, para um desenvolvedor, é praticamente um pesadelo, e esse foi o motivo que me levou a comprar, a alguns meses, um Nokia n810.

Para os que não conhecem, o n810 é um tablet (ou um “mini tablet”, talvez) que roda Linux (maemo). É considerado por muitos como o antecessor do n900, que atualmente é o sonhado brinquedo de muitos.

Bom, como sempre, a primeira coisa que eu fiz, quando ele estava já carregado, foi ver o que eu poderia fazer com ele: até onde eu poderia chegar. Instalei outro browser (mirori), e tentei abrí-lo… e ganhei uma mensagem de erro. Quando reiniciei o n810 (sim, precisei reiniciar porque nenhum aplicativo abria mais), consegui abrir o midori, e descobri que ele era BEM melhor que o browser que acompanha o nokia. Por sinal, isso foram coisas que eu fui descobrindo com o tempo, que a maioria dos aplicativos que já vem com o Nokia são bem ruins.

Em compensação, desenvolver para o nokia é uma maravilha. Basta usar sua linguagem favorita (menos Java) e escrever o código, que ele roda tranquilamente (ambiente semelhante ao do Gnome). Mais para frente, tentei usar o GPS dele, e basta dizer que o GPS aí simplesmente não funciona-ele demora uns 20 minutos para achar os satélites, depois demora para achar a posição atual, e ainda consome muita bateria.

No FISL, este ano, ganhei um iPod touch, no Code Golf. Resolvi ver quanto tempo eu conseguiria usá-lo sem Jailbreak, e marquei o tempo de duas horas-a maioria do que eu queria instalar só rodava num iPod desbloqueado. Até o momento, não consegui descobrir uma forma fácil de desenvolver em qualquer coisa diferente de Objective-C, como Ruby ou Python, por exemplo, além de ter achado demasiadamente complicado passar músicas e fotos para o Touch (o gtkpod é o aplicativo mais recomendado, embora eu preferiria que o touch montasse como uma pen-drive). Além disso, a bateria do touch é bem fraquinha na minha opinião (a minha dura pouco mais de 24 horas, com o iPod completamente em repouso e sem usar wireless).

Ok, chega de problemas, vamos falar de características:

O n810 veio com um fone de ouvido, assim como o iPod Touch. Ambos são bem ruins como tocadores de música – o n810 não tem um programa bom de música, todos os que eu usei eram “burocráticos” – você precisava escolher seu artista, o álbum, a música, e depois só que ela tocava. Não há uma maneira fácil de trocar de “playlists” sem ter que mudar de música (isso eu não descobri como fazer direito com o iPod Touch também), nem colocar músicas na fila (que eu também não descobri como fazer com o iPod). O áudio do n810 é infinitamente melhor que o do iPod (especialmente nos tons mais graves), tanto com fone de ouvido como no som do próprio aparelho (por mais estranho que isso possa parecer), mas o fone de ouvido do iPod é melhor. Como tocador de mídia, existem alguns programas como o Canola2, mas eu particularmente preferi ficar com o programa padrão do n810 mesmo. Já o iPod, ele é um aparelho bem interessante exceto para tocar áudio-os falantes são bem ruinzinhos, e até mesmo no fone de ouvido há uma distorção considerável do áudio.

A experiência de usuário do iPod, em comparação, é infinitamente melhor-muitas decisões foram tomadas neste aspecto. O uso dos acelerômetros para facilitar alguns programas (e jogos), a tela touch mais amigável (o n810 tem umas bordas laterais que atrapalham tocar a tela na posição certa, além do teclado em tela do iPod ser infinitamente melhor, se dando bem inclusive como um teclado primário), a tela do iPod também é mais lisa, portanto é mais agradável arrastar o dedo na tela do touch do que no n810. A sensibilidade de toque é muito boa também, os efeitos visuais, a velocidade de execução da maioria dos aplicativos, bem como o suporte para gestos tornam esse equipamento muito agradável de se usar. Ele sincroniza melhor com o gmail, e possui aplicativos “padrão” (e-mail, contatos, etc) muito mais úteis que os da nokia-que peca bastante nesse aspecto. O sistema é estável mesmo depois do Jailbreak, coisa que o maemo não é nem depois de instalar os primeiros aplicativos. Talvez ele torne-se estável se não for instalado nada, mas é simplesmente impossível sobreviver com os programas padrão.

Multitask, a palavra da moda. O iPod suporta multitask, mas o sistema operacional que roda nele não permite que você rode dois ou mais aplicativos ao mesmo tempo (com exceção de música-é possível escutar música enquanto se faz outra coisa). Isso, na maioria das vezes, nem é sentido (a maioria dos programas grava o estado que parou, para que quando você o abra novamente, ele continue de onde estava), mas a experiência de usuário muitas vezes é bem prejudicada (até porque, aplicativos como chat e MSN não ficam conectados. Outro aplicativos que abrem links, tipo Twitter, não tem uma opção no browser de “voltar para o aplicativo anterior”, portanto a experiencia não é tão boa) e, por fim, para acionar qualquer programa tipo “despertador” você precisa manter o programa aberto, senão nada feito. Achei interessante a idéia da apple de desabilitar multitask por software para melhorar a performance dos aplicativos e dar uma experiencia melhor no uso, mas eu não consigo deixar de pensar que eu claramente estou “levando gato por lebre” nessa história, para usar um termo bem popular. Embora o n810 suporte multitask (e muito bem, por sinal), por ser um dispositivo mais antigo ele não aguenta o tranco, e abrir um MSN e um Browser deixam tudo lento. Além disso, o sistema não é tão estável para saber o que fazer quando a memória se esgota (eu vi várias vezes o dispositivo reiniciar, do nada, quando algo travava por falta de memória), mas pelo menos eu posso deixar um despertador programado, sem precisar deixar o programa aberto.

O n810 funciona muito bem como tablet, já o iPod, não (afinal, não era essa a idéia do aplicativo). O ruim é que ambos POSSUEM um sistema de arquivos, e é muito legal poder baixar PDFs no Nokia, usar o leitor de PDF, e deixar o arquivo guardado para consulta posterior. Já no iPod, não é possível escolher um lugar para salvar os documentos, portanto tudo o que você baixar da internet ou é aberto imediatamente, ou simplesmente é descartado. Ou seja, nada de baixar músicas e gravar na sua playlist, para tocar depois. Essa, ao meu ver, é a MAIOR falha do iPod, já que ele possui uma experiência tão boa no uso de teclado em tela, que supera inclusive o teclado físico do n810 (que por ser muito pequeno e com teclas muito duras, torna-se um parto digitar as coisas mais simples). O n810 possui um gerenciador de arquivos que “dá pro gasto”, e um gerenciador de fotos (que pra variar, é uma porcaria). No caso de gerenciador de fotos, vídeos, áudio e até twitter, eu optei por usar o Canola (que infelizmente, demora um pouco para iniciar). O iPod possui também um gerenciador de fotos, mas eu achei a experiência do Canola ou do Quiver (outro aplicativo para o n810) muito melhores, especialmente a do Quiver… mas na verdade, foi mais opção minha, os aplicativos não tem muita diferença entre si.

Jogos, obviamente, vão para o iPod Touch, que com seus acelerômetros (e sua tela multi-toque) oferecem algo que provavelmente o n810 nunca vai conseguir sequer chegar perto. Além disso, o linux é famoso por jogos que não usam muito o mouse (que dirá uma touch-screen), e o único jogo que eu realmente achei legal foi o NumptyPhysics. Aplicativos, dependem. O iPod Touch tem muitos “brinquedos legais”, como pianos com sons de gato, lightsabers, um aplicativo para postar direto para o WordPress (que foi o que eu usei para começar este post), porém o n810 também tem alguns aplicativos muito bons, como o MaemoMapper, o Canola, Opera Mobile, etc. No geral, é mais uma disputa “qualidade versus quantidade”, com o maemo ganhando em quantidade e o iPod em qualidade.

Bateria, ponto para o n810. Não há nem o que discutir. A bateria do n810, sem wireless, demora cerca de sete dias inteiros para descarregar, e ele foi otimizado para ficar ligado o tempo todo, enquanto a do iPod é MUITO fraca, durando pouco mais de 24 horas, no máximo, com o aparelho em estado de espera.. Além disso, é possível carregar o n810 pela tomada, coisa que por padrão, o iPod não pode (você fica dependente de um micro com USB). Porém, o iPod é bem mais leve, sendo mais fácil levá-lo para qualquer lugar (mas se for comparar o n810 com o tablet da Apple, o iPad, então o n810 também ganha esse ponto por ser bem compacto). A resolução da tela do n810 também é superior, portanto as fotos ficarão melhores nele.

Desenvolvimento de aplicativos, pelo n810, é fantástico. Basta programar em Ruby, usando GTK ou QT, ou por Python, e rodar no n810. Nada mais. Pelo iPod, até onde eu vi, você precisa das ferramentas da Apple, e embora você possa instalar um interpretador Ruby nele, não vi ainda uma maneira fácil de desenvolver (sejamos sinceros, entre objective-c e Ruby ou Python, não há nem comparação que a segunda opção é a melhor). De qualquer forma, não é intuitivo, e potencialmente só funciona com um iPod desbloqueado. O n810 também é altamente customizável, e praticamente qualquer coisa é possível de ser feita escutando por mensagens do DBus ou do GConf. Ponto muito positivo para a Nokia, que resolveu aderir às ferramentas já existentes ao invés de reinventar a roda.

Passar músicas para qualquer um dos dois é horrível. O n810 se conecta via USB, e às vezes expoe corretamente seus cartões de memória como dispositivos de bloco para o Linux, mas nem sempre isso funciona. O que normalmente funciona é passar as músicas por SSH/SCP, o que não é muito legal, ou passar diretamente para o cartão de memória externo, o que TAMBÉM não é muito amigável. Pelo iPod, você precisa (no linux) da libgpod BEM atualizada, ifuse, e gtkpod para passar as músicas, fotos e vídeos, e não tem uma maneira fácil de usar outros aplicativos. Até pelo Windows e MacOS é chato ter que depender SÓ do iTunes. O sistema da Apple é muito chato por ser MUITO fechado, mas isso eu já imaginava que seria.

Pra fechar um pouco o assunto, eu diria o seguinte: dos dois, o melhor de usar sem dúvida é o iPod Touch. Eu até daria mais elogios ao n810, mas o sistema é muito instável-um dos dias do FISL, o sistema chegou a reiniciar três vezes, todas quando eu estava apenas com um browser aberto, navegando em apenas um site. Isso me desanimou a comprar um n900, até porque no FISL um dos funcionários do stand da nokia assumiu que o n810 e o n900 são apenas uma preparação para usar o MeeGo (ou seja, eles mesmos vão abandonar o Maemo). Entretanto, embora nenhum deles funcione bem como tocador de música, nesse ponto eu iria para o n810 porque a qualidade de áudio dele é fantástica (superando inclusive a do meu notebook), e a do iPod é realmente muito ruim (distorções moderadas nas músicas, graves muito estranhos, e o equalizador do aparelho não ajuda).

O problema do n810, ao meu ver, foram as decisões ruins: a tela é áspera demais para ser usado com os dedos, o maemo é muito instável, os aplicativos desenvolvidos pela nokia são ruins e não integram entre si, eles não deram apoio ao Midori (que é um excelente browser-um browser num tablet PC, a 400mhz, passando no Acid3 é para poucos), colocaram um GPS muito ruim que não funciona direito, o teclado físico é ruim e o em tela é pior ainda, o reconhecimento de escrita também não é bom, etc. As únicas decisões boas, ao meu ver, foram o uso das ferramentas do debian de gestão de pacotes (apt, dpkg, etc), manter os padrões GConf e DBus, e principalmente, o áudio do aparelho. Nem no fone de ouvido eles acertaram, já que o que vem com o aparelho possui um cabo muito longo, e consequentemente engancha e enrrola em tudo o que estiver pela frente (a única vez que eu saí com o fone no aparelho me arrependi profundamente). Em compensação, a Apple fez decisões fantásticas: tela lisa e bem plana, facilitar o uso de gestos, uma interface agradável, quando ele entra em modo de espera ele trava a tela para que você não, acidentalmente, saia clicando em tudo, etc. As únicas decisões que eu realmente não concordo nem um pouco, no iPod, foi a de colocar o conector do fone na parte de baixo do aparelho (BEEM esquisito), a bateria deles (BEEM fraca), e principalmente, o quanto eles fecham a instalação de aplicativos no aparelho (a Nokia, quando você vai instalar algo não homologado por eles, dá uma mensagem bem assustadora, algo do tipo “use por sua conta e risco, isso pode danificar…”. Acho que bastava uma mensagem assim, ou até dificultar um pouco mais, mas proibir de vez é muita ditadura para mim. Além disso, ser obrigado a usar o iTunes ou o GtkPod é de doer).

Hoje, depois da experiência dos dois, provavelmente eu não compraria um n900. Porém, depois dos problemas com o iPhone 4, eu também não sei se eu compraria um… infelizmente, eu ainda não tenho uma resposta para o assunto, porém se eu tivesse realmente que fazer uma escolha, provavelmente optaria pelo iPhone, a não ser que eu conhecesse alguém muito próximo e tão geek como eu, que me deixasse conferir se o n900 é estável ou não. Porque, se ele for metade da instabilidade do n810, ainda assim é muito.

Advertisements
This entry was posted in Infra estrutura e SO and tagged , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s